• (047) 3367-2541

Artigos do Nosso Blog

~ Acompanhe nossos artigos periodicamente

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Chegou a hora de ensinar seu filho a pedalar, contudo, logo pensamos por onde devemos começar? Qual bicicleta comprar?  Posso utilizar rodinhas? E aquela bicicleta sem pedal? Eu conseguirei guiá-lo corretamente? O que fazer, quando meu filho cair no momento do aprendizado? Causará traumas? Várias perguntas vão rondar sua cabeça, porém acalme-se, você não está sozinho, pois muitos pais passam pelo mesmo dilema.

Todos nós, um dia, já passamos por isto, até criamos traumas que não queremos repassar aos nossos filhos. No meu caso, não foi confortável aprender a pedalar, porque estava tendo aulas em um local movimentado, tipo uma praça, e neste exato dia estava repleta de pessoas, havia até um jogo local. Achava eu, que estava flutuando, confiando nas mãos de quem me guiava e segurava o banco, a bicicleta estava sem rodinhas, eu consegui navegar por segundos, e quando senti que nada me firmava, levei uma grande queda, e acompanhada deste tombo recebi vaias, e um vendaval de risadas. Resultado: fiquei extremamente traumatizada, e somente consegui pegar em uma bicicleta anos depois. Cenas que nunca caíram no meu esquecimento. (Risos) 

Quantas memórias, porém quem nunca caiu ao aprender a andar de bicicleta sem as benditas rodinhas?

Mas será que seus filhos precisam passar por estes traumas também?

Acredito que não, desta forma, devemos saber por onde começar e como iniciar a caminhada, nada é tão difícil quanto parece, apenas teremos que criar roteiros e estratégias, para deixar o aprendizado facilitado e coerente. Afinal, experiência para isso, nós temos de sobra.

Quando a criança está pedalando sozinha, ela sente uma brisa prazerosa de liberdade, aquela sensação de independência, para elas, indescritível. Além de tudo isso, lembramos ainda, da prática de um exercício físico por manter o corpo em movimento, aumentando o equilíbrio e a coordenação motora.

No começo deve-se sentir a bicicleta, ensinar a criança a equilibrar-se. Neste caso, entram as bicicletas sem pedal, que trabalham o equilíbrio dinâmico e estático, porque as crianças até 7 anos de idade (fase do desenvolvimento) precisam criar confiança, e uma bicicleta com o banco baixo ao ponto de encostar os pés no chão, proporciona segurança, provoca menos tombos, e os pés livres auxiliam o impulso, raciocínio e amplitude de movimentos. Existem vários modelos no mercado, basta pesquisar e verificar qual adequa-se melhor ao seu filho.

Aprender a andar de bicicleta nunca será esquecido, pois é uma conquista inesquecível para todos nós. Dá um orgulho!


Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Com as facilidades da vida moderna, o sedentarismo ganha cada vez mais espaço no dia a dia, gerando ou agravando problemas de saúde.

Manter uma dieta equilibrada e introduzir a atividade física na rotina são premissas básicas para ficar longe das doenças.

“Exercícios simples, como caminhar ou andar de bicicleta, ajudam a prevenir doenças crônicas como obesidade, colesterol alto e hipertensão”, diz Mauro Guiselini, professor de educação física do curso de Educação Física do Complexo Educacional FMU, de São Paulo.

O ciclismo traz benefícios físicos e emocionais, contribuindo muito para a qualidade de vida. “Como atividade aeróbica, gera perda de peso, ajuda a equilibrar a pressão e os níveis de triglicérides. Também trabalha equilíbrio e confiança, além de relaxar e combater o estresse. Praticada com bom senso e na medida da forma física de cada um, a atividade quase não tem restrições”, completa Marcos Paulo Reis, treinador de corrida e ciclismo, diretor técnico da MPR Assessoria Esportiva, de São Paulo. 

Até usada como meio de transporte a bicicleta é boa para a saúde. “Muita gente busca essa alternativa de locomoção e acaba ganhando fôlego e bem-estar. Chegar ao escritório pedalando traz muito mais disposição para seu dia”, atesta o atleta e consultor Cleber Ricci Anderson, da Anderson Bicicletas de São Paulo. Então, vamos pedalar?

Fonte: Saúde - iG @ https://saude.ig.com.br/bemestar/especial-bicicleta-os-beneficios-de-pedalar/n1597298176481.html


Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

A corrente é uma das partes da bicicleta que sofre maior tensão e atrito ao mesmo tempo. Por isso, ela está sempre sujeita a um maior desgaste, ou mesmo a não agüentar o esforço e se romper.

A primeira providência para se evitar o atrito entre os elos é manter a corrente sempre lubrificada. Porém não exagere. Coloque o mínimo de óleo possível para a corrente parar de ranger (menos de uma gota por elo). Isto, porque ao mesmo tempo em que o óleo lubrifica, ele também junta poeira e areia fina, que acabam aumentando o atrito e o desgaste (por este motivo nunca use graxa). Após aplicar o óleo gire a corrente algumas vezes para espalhar bem, depois passe um pano limpo (que não solte fiapos) para retirar o excesso.

Os lubrificantes específicos para bicicleta em geral são bons, mas mais caros (tipo FinishLine). Uma opção que costumamos usar é misturar dois tipos de óleo mineral, um mais fino e outro mais grosso, atingindo a viscosidade ideal para cada tipo de terreno que vamos pedalar. Para pedalar no asfalto ou areia fina deixamos o óleo mais fino, para pedalar no barro deixamos mais grosso. O fino pode ser de máquina (tipo Singer) facilmente encontrado para comprar e o grosso pode ser de fluido de direção hidráulica (ou até óleo de motor de carro), que você pode pedir em postos de gasolina.

Por fim, mantenha a corrente limpa. Se puder, ao final do dia de pedalada passe um pano para retirar o óleo velho com a sujeira e utilize uma escova se for necessário. Em viagens de mais de uma semana ou duas, passando por terra ou areia, é necessário limpá-la utilizando detergente ou em último caso gasolina ou querosene. Dissolva todo óleo e limpe bem com uma escovinha. Depois de deixar secar e lubrifique novamente


© 2019 Bicicletaria Aquarios. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Gamboa Web